GRUPO RODOXISTO

Blog

A história dos caminhões no Brasil

A história dos caminhões no Brasil

Conheça a história dos caminhões no brasil

O primeiro caminhão fabricado em território nacional foi o L-312. Ele ficou conhecido como “Torpedo” por conta do formato do cofre do motor, que lembrava um projétil. Sua capacidade de transporte era para até seis toneladas de carga e era movido a diesel. Ele foi lançado no dia 28 de setembro de 1956. A inovação, pensando no conforto do motorista, viria apenas em 1969, com o Mercedes L-1113, conhecido como “Fusca das estradas”, tamanha a popularidade do modelo. Até 1987, cerca de 200 mil unidades foram vendidas desse modelo, sem contar suas variações. Estima-se que mais de 170 mil ainda estivessem em circulação no Brasil em 2017.

O primeiro caminhão da Chevrolet fabricado no Brasil, o C6500, começou a ser produzido em 1958 e deu origem à picape. A produção desse modelo durou até 1964, quando foi substituído pela produção em larga escala de outro modelo da marca.

Em 1971 começou a produção da Ford no Brasil, após a Ford Série F sair de linha nos Estados Unidos.

Em 1972, o “Mercedinho” chegou ao brasil. O L-608 D conquistou o segmento e, ao final do primeiro ano de vendas, chegou a deter 35%. Ele tinha capacidade para até 3 toneladas e meia.

Em 1976 surgia o modelo mais famoso dos anos 70: o “Jacaré”, nome popular do Scania L111. Foi o caminhão que mais foi produzido em larga escala da década e ficou famoso pela sua cor laranja característica. Ele foi fabricado até 1981, mas pode ser visto até hoje nas rodovias do país.

Em 1979, a Volvo iniciou a produção de caminhões no Brasil. Em 1984 instalou no modelo N10 um motor que queimava álcool e diesel, mas em edição limitada: apenas 10 unidades foram produzidas.

Os modelos foram avançando e sendo aperfeiçoados com o tempo. Hoje, temos tecnologia de ponta no ramo, capaz de levar cargas com segurança e agilidade para todo o país.

O que achou da história dos caminhões no Brasil?

Fique por dentro das notícias aqui no nosso Blog

Nos acompanhe nas nossas redes sociais Instagram Facebook.

Fonte

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp