GRUPO RODOXISTO

Inovação no mercado de trabalho: quais são as oportunidades?

GRUPO RODOXISTO

Blog

Inovação no mercado de trabalho: quais são as oportunidades?

Criatividade e inovação no mercado de trabalho. Com o avanço da tecnologia o mercado está em constate mudança. Novas habilidades são necessárias para se manter útil para as organizações.

Podemos listar várias, mas poucas são tão uteis hoje em dia quanto a flexibilidade e aprendizagem rápida.

Você tem a impressão de estar ficando para trás? Principalmente quem trabalha com tecnologia sente isso na pele todos os dias.

Mas existe um lado muito bom em tudo isso, onde a mudança a oportunidade.

Nesse post nós vamos te ensinar como se desenvolver e se tornar um profissional inovador e qualificado para encarar e crescer frente a inovação no mercado de trabalho.

Como a inovação pode ajudar na sua carreira?

Todos os dias nos jornais ou na internet aparecem notícias sobre a inovação no mercado de trabalho e o futuro das profissões. Processos automatizados, robôs inteligentes e onde sobra espaço para você?

Existem coisas que a inteligência artificial “ainda” não resolve e acredito que, pelo menos no Brasil levará alguns anos para acontecer. As questões relacionais, o raciocínio lógico e a resolução de problemas são atividades humanas. Então, por que não investir onde somos superiores as máquinas?

Não basta fazer só o “arroz com feijão” é preciso encontrar novas oportunidades. Seja melhorando processos, trazendo economia ou encontrando novas fontes de receita.

As empresas cada vez mais buscam pelo intraempreendedor. O profissional que empreende soluções dentro da empresa. Se você está em um local de trabalho que não incentiva a inovação te aconselho a ir procurando outro emprego. Provavelmente essa empresa deixará de existir.

Mudando pequenas ações no seu dia a dia é possível ganhar destaque por suas ações criativas.

Busque resolver problemas do seu dia a dia com criatividade, teste coisas novas e corra um pouco de risco as vezes.

Veja os problemas com um outro olhar. Você só tem a ganhar com isso!

Antes de te dizer como ser mais inovador, vamos fazer um panorama dos próximos anos nas empresas.

A inovação nas organizações

As novas profissões profissões já estão surgindo para suprir demandas que a tecnologia está gerando. Cientistas de dados, growth hackers, analistas de privacidade serão profissões tão comuns quanto contadores e recrutadores.

Essas novas profissões são a personificação da inovação como oportunidade para os jovens. Ainda não existem cursos oficiais nessas profissões, mas varias iniciativas ao redor do mundo estão se dedicando a preparar os jovens para essas oportunidades como a Udaciy e no Brasil a Gama Academy.

E não é só nos cargos que nós podemos esperar mudanças. Muitas empresas vem testando mudanças na hierarquia organizacional. Embora muitos fracassos foram cometidos com tentativas de implementar estruturar horizontais, com lideranças descentralizadas, burocracia engessa as empresas que não se podem dar ao luxo de demorar para tomar decisões. Com isso podemos esperar nos próximos anos vários experimentos de estruturas organizacionais hibridas. Com equipes autônomas que conseguem tomar decisões sem esperar ordens.

As mudanças organizações são reforçadas por outras tendências como a do Home Office, no Brasil a flexibilização da lei trabalhista abriu uma brecha para a popularização dessa modalidade de trabalho. Muitas startups já tem equipes trabalhando remotamente e com horários flexíveis. Isso não resulta apenas em economia por não precisar mais ter uma sede física que comporta todos os funcionários, é também um valioso recurso de atração e retenção de talentos em empresas que tem profissionais tão disputados.

Mais um fator chave da mudança é a diversidade. O processo de aceitação e abertura tem sido penoso para empresas mais tradicionais, mas esse é o futuro. Muitas empresas de tecnologia (que agora ditam o que o mercado deve seguir) abraçaram a causa. No Brasil empresas com a Resultados Digitais e 3M, referências de inovação tem politicas claras em relação ao respeito da diversidade. Essa mudança de mentalidade vai trazer muitas novidades para as organizações, além de arejar o ambiente com ideias e pontos de vista novos.

Bom, sabendo de tudo isso, como se desenvolver para abraçar essas oportunidades? Seja você um jovem buscando oportunidades com a inovação ou um profissional experiente de mercado, tem espaço para todo mundo.

Vem que eu explico como…

Como desenvolver a criatividade para inovar?

Ser criativo e inovador é mais fácil do que parece! Eu já escrevi um post sobre isso aqui como ter ideias inovadoras.

Mas em linhas gerais aqui vão alguns conselhos direcionados para você conseguir aplicar isso ainda hoje no seu dia a dia.

Mantenha-se atualizado

Crie o hábito de ler noticias sobre inovação e coisas que não tem relação com a sua área. Muitas das grandes invenções que mudaram o mundo partiram da aplicação de um conceito de uma área em outra (pesquise sobre a invenção da impressão).

Se você não gosta de ler e de estudar, lamento informar, mas comece a gostar (risos). Você pode ouvir um podcast ou audiobook no caminho para o trabalho. Eu sei que as notícias que você ouve no caminho não são tão importantes assim. Elimine o que não te agrega nada e invista em informações de qualidade.

Pergunte por que

Nunca aceite uma resposta sem entender o motivo. Você sabe por que as crianças são tão criativas? Por que elas sempre questionam, experimentam e procuram saber o motivo das coisas.

Seja curioso, mas não só no trabalho, mas em todas as áreas da sua vida. Questione o trajeto que você faz indo para a casa, questione a hora que você acorda, descubra como o motor do seu carro funciona, seja um exímio explorador.

Te aconselho a investir um tempinho e assistir esse TED, será que as escolas matam a criatividade?

Resolva de um jeito novo

Esse conselho é um complemento do anterior. Busque sempre resolver as coisas de um jeito diferente. Pense nas atividades mecânicas do seu dia a dia. Aquelas que você faz sem pensar. Será que não existe um jeito mais inteligente de resolver?

Pode ser que em alguns casos as coisas deem errado ou não tenham um resultado melhor do que você já obtêm hoje nos procedimentos normais, mas viver é isso não é? É correr riscos!

Seja um especialista em resolver problemas

Acho que esse é o conselho mais importante. Seja um especialista em resolver problemas. Todas as empresas, não importa o porte ou a área, valorizam os “resolvedores”. Essas pessoas tem a habilidade nata de resolver problemas e trazer resultados sem precisar de ajuda ou ter que ouvir ordens.

Você não precisa de um líder baba que te carregue no colo sempre. Não só na vida profissional, mas os grandes nomes de sucesso no empreendedorismo, ciências e esporte são aquelas pessoas que não esperam as coisas. Eles vão lá e resolvem.

O mais legal disso é que, quanto mais problemas você resolve, melhor fica em lidar como os novos que surgem. Além de ser muito satisfatório ver que o progresso das coisas são mérito seu.

Existem cursos de inovação?

Err, mais ou menos… Existem sim alguns cursos de criatividade, não direcionados a instruir profissionais lidar com a inovação no mercado de trabalho. Existem alguns MBA’s focados em gestão da inovação e similares, mas por experiência própria, se você aplicar pelo menos duas das dicas acima você já vai se tornar uma pessoa mais criativa e inovadora.

Existem vários bons livros sobre isso, “Um toc na cuca” do Roger von Oech é um livro mais antigo, mas bem famoso sobre criatividade.

Inovação como oportunidade para os jovens

Se você está lendo esse texto e ainda não ingressou no mercado de trabalho saiba que a inovação como oportunidade para os jovens é uma abertura gigante para você encontrar um trabalho desafiador e com propósito.

Você tem o poder de escolher, então não faça como provavelmente seus pais fizeram, se mantiveram em um emprego que não gostavam durante anos. Financeiramente isso funciona (em partes), mas nos dias de hoje não é sustentável com a inovação no mercado de trabalho e na vida.

Se eu pudesse te aconselhar dois caminhos é:

  1. Estude tecnologia, não precisa se tornar um programador, mas entenda pelo menos o básico.
  2. Leia sobre as novas profissões, com certeza você encontrará algo que te agrade. Nesses mercados quase não existem profissionais capacitados e os salários são mais altos. Você vai “nadar de braçada” comparado a sua concorrência.

Conclusão: Inovação no mercado de trabalho

Você precisa mudar seus hábitos, não da mais pra se diferenciar fazendo o básico (a menos que você seja político).

Analise bem o local onde você trabalha, é melhor sair por tentar inovar e encontrar uma oportunidade melhor do que sair na falência da empresa (vulgo afundar com o barco).

Não precisa causar uma revolução na sua vida, se você conseguir implantar um ou dois hábitos já vai perceber como você vai mudar e por consequência as suas entregas, a sua relação com as pessoas, etc.

E ai? Qual a sua aposta como você acha que será a inovação no mercado de trabalho?

Deixe a sua opinião!

Um abraço e até o próximo post.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp